Prevenção de quedas em idosos

Features-CCT

O Brasil assim como outros países no mundo vivenciam um processo de envelhecimento de sua população, que associado às falhas na assistência e a falta de prevenção de quedas em idosos, fez com que o número de casos de fratura óssea aumentasse muito em nosso país.

Quanto mais avançada à idade, a probabilidade de uma queda aumenta. Trabalhos estatísticos demonstram que 30% das pessoas de 60 anos ou mais sofrerá uma queda no ano. Em 5% desses casos haverá uma fratura, de localização mais comum no fêmur, vértebra, ou punhos.

As fraturas do Fêmur são as que acarretam o maior índice de mortalidade: 20% dos casos em até um ano.

A maioria dos idosos não possui plano de saúde, ficam dependentes dos hospitais públicos e consequentemente permanecem em filas no aguardo do tratamento cirúrgico, o que acarreta maior permanência do idoso na cama, com perda muscular e maior risco em contrair infecções como as pulmonares e urinárias.

Existem vários tipos de cuidados que podemos ter em nosso dia a dia para reduzir a chance de queda como:

  1. Coloque calça e sapato sentado. Prefira calçado de salto baixo e que não soltem do pé;
  2. Evite o uso de tapetes na residência;
  3. Instale e utilize o corrimão ao subir e descer escadas e coloque fita antiderrapante nos degraus;
  4. Evite subir em banquinhos ou escadas para pegar objetos;
  5. Deixe os ambientes sempre bem iluminados, deixe uma luz noturna no quarto, e utilize cores vivas nas paredes;
  6. Evite alimentos que podem produzir tontura e favorecer a queda como café, chá mate, coca-cola, chá preto;
  7. Utilize medicamentos somente com prescrição médica;
  8. Não cortar drágeas e comprimidos revestidos;
  9. Não abrir cápsulas;
  10. Não mude a dosagem do medicamento sem orientação médica
  11. Realize consulta oftalmológica periodicamente para detectar possível necessidade do uso de lentes corretivas;
  12. A consulta periódica no Otorrinolaringologista é importante porque a diminuição da audição pode influenciar no equilíbrio da pessoa;
  13. A prática de jardinagem, aulas de dança de salão, levantar e sentar várias vezes seguida, dar uma volta no quarteirão toda manhã, fortalecem e dará maior segurança a pessoa;
  14. Procure praticar sob orientação exercícios físicos regulares e apropriados para a idade, que ajudará no equilíbrio, aumentará sua força muscular e reduzirá sua perda óssea.

 

Fonte: Folha de SP e CRIZN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *