Carnaval de prevenção às DSTs

“Se tem festa, festaço ou festinha, tem que ter camisinha.” A prevenção em todas as festividades que temos, durante o ano todo. “É importante alertar a população não só para uso da camisinha, mas também para o diagnóstico precoce.” O público alvo a população sexualmente ativa – dos 15 aos 49 anos. Ministério da Saúde distribuiu 610 milhões de preservativos e também distribuiu 4,7 milhões de testes rápidos e 4,1 milhões de testes tradicionais de HIV.

Doença silenciosa

O Ministério da Saúde estima que 150 mil brasileiros sejam portadores do vírus HIV e não tem conhecimento de sua condição. “Se a pessoa sabe da infecção, ela já começa o tratamento imediatamente, melhorando sua qualidade de vida. Quanto mais cedo começa, a chance de transmissão se reduz muito”, só neste ano, será investidos R$ 1,2 bilhão para combater à AIDS e demais DSTs, sendo R$ 770 milhões em medicamentos. São 518 Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) por todo o País. O Brasil é o primeiro no mundo a oferecer o tratamento, logo após a descoberta do vírus no teste rápido.

Fonte: Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *