29 de Agosto – Dia Nacional do Combate ao Fumo

Criado em 1986 pela Lei Federal nº7.488, o Dia Nacional de Combate ao Fumo, tem o objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população brasileira para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco.

No Brasil, o INCA é o órgão do Ministério da Saúde que coordena o Programa Nacional de Controle do Tabagismo. O Programa visa à prevenção e à cessação do tabagismo na população por meio de ações que estimulem a adoção de comportamentos e estilos de vida saudáveis e que contribuam para a redução da incidência e da mortalidade por câncer e doenças tabaco-relacionadas no país. (INCA-2015).

Que existem cerca de 4.720 substâncias tóxicas na fumaça do cigarro? E que algumas delas são o polônio 210 e o cádmio (aquela da bateria de carro)?

Que estatísticas revelam que os fumantes, quando comparados com os não fumantes apresentam riscos:

  • 10 vezes maior de adoecer de câncer do pulmão;
  • 5 vezes maior de sofrer infarto;
  • 5 vezes maior de sofrer de bronquite crônica e enfisema pulmonar;
  • 2 vezes maior de sofrer derrame cerebral;

Que ao parar de fumar seu corpo vai recebendo benefícios constantes e quase que imediatos?

  • Após 2 horas: não há mais nicotina circulando em seu sangue;
  • Após 8 horas: o nível de oxigênio no sangue normaliza;
  • Após 12 a 24 horas: seus pulmões já funcionam melhor;
  • Após 2 dias: seu olfato já percebe melhor os cheiros e o seu paladar já sente o sabor da comida;
  • Após 3 semanas: você vai notar que sua respiração se torna mais fácil e a circulação melhora;
  • Após 3 semanas: você vai notar que sua respiração se torna mais fácil e a circulação melhora;
  • Após 1 ano: o risco de morte por infarto já se reduziu à metade;
  • Após 5 a 10 anos: O risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram;

Saber dos riscos é interessante! Mas ter consciência deles é muito mais importante! Pense nisso e dê o seu primeiro passo!

Fonte: www.inca.gov.br

Colesterol

O que é?

O colesterol é um tipo de gordura encontrada naturalmente no organismo, sendo uma parte produzida pelo próprio corpo, e outra parte proveniente da alimentação. Existem diferentes tipos de colesterol no sangue, sendo HDL e o LDL, os mais importantes para a avaliação do riscos e doenças do coração.

O colesterol é um composto importante para a formação de estruturas celulares, formação de hormônios e de vitamina D. O problema em relação a ele é que torna prejudicial quando consumido de forma descontrolada e exagerada, pois o LDL, considerado o “mal colesterol” promove o acúmulo de gordura no sangue e que consequentemente se acumula na parede arterial. Já o HDL é considerado como o “bom colesterol” pois uma de suas atividades é a retirada o LDL da corrente sanguínea.

Colesterol Total (HDL + LDL) Categoria
Menor que 200mg/dl Ideal
De 200 a 239mg/dl Limítrofe
Maior ou igual 240mg/dl Alto
Colesterol HDL Categoria
Menor que 39mg/dl Baixo
De 40 a 59mg/dl Desejável
Maior que 60mg/dl Bom
Colesterol LDL Categoria
Menor que 99mg/dl Ideal
De 101 a 129mg/dl Nível próximo do ideal
De 130 a 159mg/dl Limítrofe
Maior ou igual 160mg/dl Alto ou muito alto

Para mantermos estabilizados os níveis de colesterol (tanto o LDL quanto o HDL) é necessário controlar o consumo de alimentos ricos em gorduras saturadas e gorduras trans.

Gorduras Saturadas

São aquelas que normalmente são provenientes de gordura animal por exemplo:

Costela, cupim, picanha, pernil, toucinho, bisteca, bacon, linguiça, salsicha, fígado, coração, rins, frango com pele, gema de ovo;

Mortadela, salame, presunto;

Leite integral, creme de leite, queijos amarelos, requeijão, manteiga, chantilly.

Gorduras Trans

São aquelas encontradas em produtos industrializados, com a finalidade conservar e de manter este tipo de alimento mais crocante, com gosto viciante (ou saboroso). Não traz nenhum benefício a nossa saúde e se consumido em quantidade maior que 2gr (o recomentado pela Organização Mundial da Saúde – OMS), ocorre o acúmulo de gorduras localizadas e na corrente sanguínea, promovendo a aterosclerose (entupimento das artérias) e aumento dos casos de obesidade, doenças cardiovasculares e diabetes.

Isso porque é uma gordura “fabricada/Industrializada”, e o nosso organismo não consegue transforma-la para absorção. Por este motivo ela fica sempre armazenada em nosso corpo. Não há nenhum alimento que quando ingerido, combata a gordura trans! Portanto, o melhor é ficar longe dos alimentos que contenham gorduras trans, ou consumir de forma moderada! São eles:

Chocolate em barra, bombom, sorvete de massa;

Bolachas salgadas e doces, com ou sem recheio, waffer;

Margarinas, maioneses, molhos, produtos industrializados congelados, bolos e tortas industrializados, massas folhadas, batata frita e outras frituras de fast food,

Pipoca de micro-ondas, salgadinhos de pacote, pão de queijo de pacote

A leitura dos rótulos dos alimentos é muito importante! E fiquem atentos para os nomes que ligam a trans: gordura hidrogenada ou parcialmente hidrogenada, óleo vegetal hidrogenado ou parcialmente hidrogenado, certamente há gordura trans em sua composição.

Controle do Colesterol

O controle ou manutenção do colesterol estão ligados a alimentação rica em fibras, e a adaptação a exercícios físicos que aceleram o metabolismo das gorduras e promove tônus muscular.

Insira em sua alimentação:

Aveia, feijões, ervilhas, frutas cítricas e maças, pois ajudam a reduzir os níveis de LDL no sangue.

Morango e cereja, ajudam a combater os radicais livres, o que melhora o funcionamento do sistema cardiovascular.

Uva vermelha, possui grande quantidade de quercetina – antioxidante que auxilia no aumento do bom colesterol.

Berinjela, tem alto teor de fibras, colabora com a diminuição da gordura que circula pelo sangue. É também rica em flavonoides, antioxidantes que dificultam a formação das placas de gordura nas artérias.

Azeite extra virgem, reduz os níveis de colesterol ruim e aumenta o colesterol bom. Dessa forma, previne doenças cardíacas e aterosclerose. É fonte abundante de gordura monoinsaturada, considerada a mais benéfica para o coração. Desde que seja consumido em temperatura ambiente.

Abacate, assim como o azeite é rico em gordura monoinsaturada que age como antioxidante, bloqueando o colesterol ruim.

Salmão, sardinha e atum, ricos em ômega-3, ácido graxo que auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares porque inibe a coagulação sanguínea e a formação de plaquetas, além de controlarem o colesterol e os triglicérides.

Soja, possui isoflavonas, consideradas o fito-hormônio com as mesmas propriedades do estrógeno. A ação das isoflavonas e das proteínas reduz o colesterol ruim, aumenta o bom e inibe a aterosclerose.

Faça acompanhamento médico regularmente, sigas as orientações dos profissionais! Alimente-se bem! E viva com Saúde!

Fonte: www.einstein.br

05 de Agosto – Dia Nacional da Saúde

A data tem o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância da educação sanitária, despertando na população o valor da saúde e dos cuidados para com ela. O Dia da Saúde também serve para recordar a vida de trabalho de Oswaldo Cruz (a data escolhida se refere ao dia de seu nascimento 05/08/1872), um dos principais responsáveis pelas erradicações de perigosas epidemias que acometiam o Brasil no final do século XIX e início do século XX, como por exemplo o combate e a erradicação das epidemias de peste, febre amarela (forma urbana) e a rubéola no Brasil.

Saúde é o bem estar físico, social e mental, e não apenas a ausência de doença, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Ou seja, para que um indivíduo se sinta e se encontre em pleno estado de saúde é necessário não estar somente livre de doenças, e sim, estar bem socialmente, mentalmente e fisicamente.

Saúde física se refere a condição geral do corpo em relação a doenças e ao vigor físico. Para uma pessoa ser considerada saudável, ela não deve ter doenças e possuir um metabolismo que apresente um bom funcionamento. Uma infância saudável, genética e condições de trabalho, são algumas coisas que influenciam na saúde física. Por este motivo a mobilização global cada vez maior para que o ser humano tenha hábitos mais saudáveis possíveis, como alimentação e atividade física.

Saúde mental, pode ser descrito como qualidade de vida emocional e cognitiva de uma pessoa. Percepção da realidade, integração social e emocional, entre outros itens que podem ser avaliados para definir a saúde mental de uma pessoa.

Saúde social está relacionado com a capacidade do indivíduo de interagir com outros e conseguir prosperar em ambientes sociais. Além de considerar a capacidade da pessoa de interagir com a sociedade, também são considerados os benefícios dessas interações com o bem-estar do próprio indivíduo, ou seja, ele tem que querer e estar feliz com esta condição! Essa saúde é muito importante em relação a saúde individual.

O Estado tem a responsabilidade de proporcionar melhoria na condição de vida das pessoas, como por exemplo moradia, saneamento básico, opções para educação, cultura, lazer, segurança, meio de transporte, emprego, entre outros.

E o ser humano também tem suas responsabilidades, por exemplo a preservação do patrimônio público e privado, meio ambiente, manter a harmonia e respeito entre as pessoas. Os adultos em conduzir as crianças para um caminho livre de aspectos que possam prejudica-las posteriormente, entre outros vários fatores.

FELIZ DIA NACIONAL DA SAÚDE!!!

Fonte: Portal Educação