Parotidite (Caxumba)

Popularmente conhecida como Caxumba, a Parotidite é uma patologia provocada pelo vírus denominado Paramyxovírus, transmitida principalmente por via respiratória, mas pode-se contrair também através do contato direto com a saliva de indivíduos infectados ou utilização de objetos contaminados.

Antigamente a Caxumba era mais comum em nosso território, entretanto, após a vacina Tríplice e Tetra Viral passarem a integrar o Calendário Nacional de Imunização, o número de casos teve uma redução bastante significativa.

Os primeiros sintomas aparecem geralmente entre o 14º e 24º dia após o contato com o vírus.

As complicações são raras, geralmente ocorrem quando o indivíduo contrai a patologia após a fase da puberdade.

Entretanto o fato de suas complicações serem raras atualmente, não significa que podemos abrir mão de cuidados. Necessitamos trabalhar com a prevenção, visto que quando elas surgem, ocasionam grande impacto como por exemplo:

  • Esterilidade;
  • Meningite;
  • Perda de audição;
  • Edema cerebral.

Sintomas

  • Edema e/ou dilatação das glândulas salivares (Glândulas parótidas);
  • Febre;
  • Cefaleia (Dor de cabeça);
  • Fadiga;
  • Fraqueza;
  • Inapetência (Perda de apetite);
  • Dor ao mastigar e engolir.

Como é feito o diagnóstico?

Quando procuramos atendimento médico referindo os sintomas, é solicitado um exame de Hemograma, para verificar a produção de Leucócitos (Células de defesa), pois quando temos uma infecção instalada, nosso organismo os produz para combater a patologia.

Tratamento

Assim como na maioria das infecções virais, a Caxumba é tratada naturalmente pelo nosso organismo.

É indicado ficar em repouso para que se previna complicações e os médicos prescrevem analgésico/antitérmico para aliviar os sintomas.

Após a cura da doença, o indivíduo é considerado imune, desde que a infecção tenha sido bilateral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *