Dia Mundial da Tuberculose

stock-vector-common-flu-and-cold-symptoms-set-human-illness-and-diseases-cartoon-editable-illustration-531775936

24 de março se celebra o Dia Mundial da Tuberculose.

O objetivo deste dia é alertar a população sobre a doença e erradicá-la completamente. Comemora-se neste dia porque em 24 de março de 1882, Robert Koch anunciou a descoberta da causa da Tuberculose – o bacilo TB – o que seria o início do diagnóstico e da cura da Tuberculose. Assim, no centenário da data, em 1982, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a União Internacional Contra Tuberculose e Doenças Pulmonares decidiram criar o Dia Mundial da Tuberculose.

A Tuberculose (TB) é uma doença infecciosa e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões. Anualmente, são notificados cerca de 10 milhões de novos casos em todo o mundo, levando mais de um milhão de pessoas a óbito.

No Brasil, a Tuberculose é um sério problema da saúde pública, com profundas raízes sociais. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e ocorrem 4,5 mil mortes em decorrência da doença. A Tuberculose tem cura e o tratamento é gratuito e disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde.

Para 2017 o tema é: “Unir para acabar com a Tuberculose”, continuando a luta pelo fim da Tuberculose.

Sintomas

  • Tosse com expectoração;
  • Cansaço/Fadiga;
  • Alguma febre pelo final do dia;
  • Suor à noite;
  • Emagrecimento;
  • Gânglios no pescoço.


Prevenção

Para prevenir a doença é necessário imunizar as crianças ao nascer, ou, no máximo, até 04 anos, 11 meses e 29 dias com a vacina BCG, a qual protege a criança das formas mais graves, como a Tuberculose miliar e a meníngea.

A vacina está disponível gratuitamente, nas salas de vacinação das redes de serviços do Sistema Único de Saúde, incluindo maternidades.


Tratamento

Apesar de grave e mortal, a Tuberculose tem tratamento! Fazê-lo da forma correta garante a cura ao paciente. A terapia é medicamentosa e deve ser feita diariamente sem interrupções! E sempre sob a observação de um profissional da equipe de saúde.

Este tratamento é oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde e dura no mínimo seis meses e, nesse período, o estabelecimento de vínculo entre profissional de saúde e usuário é fundamental para que haja adesão do paciente ao tratamento e assim reduza as chances de abandono para se alcançar a cura!

Atente-se! Compartilhe informações úteis!

Fonte: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/svs/tuberculose

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *