08 de março – dia Internacional da Mulher

stock-photo-young-woman-relaxing-in-summer-sunset-sky-outdoor-people-freedom-style-430795531

O que é Empoderamento Feminino?

Empoderamento feminino é o ato de conceder o poder de participação social às mulheres, garantindo que seus sonhos se concretizem, que seja plena em seus direitos, como a total igualdade entre os gêneros.

Ser inserida nas tomadas de decisões referentes a ações sociais, políticas e econômicas, promover a equidade de gênero em todas as atividades sociais e da economia são garantias para o efetivo fortalecimento das economias, o impulsionamento dos negócios, a melhoria da qualidade de vida de mulheres, homens e crianças, e para o desenvolvimento sustentável.

Conheça os sete Princípios de Empoderamento das Mulheres:

  1. LIDERANÇA;
  2. IGUALDADE DE OPORTUNIDADE;
  3. SAÚDE, SEGURANÇA;
  4. EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO;
  5. DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL E PRÁTICAS DA CADEIA DE FORNECEDORES;
  6. LIDERANÇA COMUNITÁRIA E ENGAJAMENTO;
  7. ACOMPANHAMENTO.

O papel da mulher na Sociedade

“Pode-se afirmar que a mulher de hoje tem uma maior autonomia, liberdade de expressão, bem como emancipou seu corpo, suas ideias e posicionamentos outrora sufocados. Em outras palavras, a mulher do século XXI deixou de ser coadjuvante para assumir um lugar diferente na sociedade, com novas liberdades, possibilidades e responsabilidades, dando voz ativa a seu senso crítico. Deixou-se de acreditar numa inferioridade natural da mulher diante da figura masculina nos mais diferentes âmbitos da vida social, inferioridade esta aceita e assumida muitas vezes mesmo por algumas mulheres.“

Os desafios são muitos e a cada dia surgem desafios que a mulher precisa aprender a lidar e inserir em sua rotina de vida, isso acontece a medida que cai a barreira frágil erguida sob os argumentos de que a mulher não era capaz de assumir papéis diferentes aos que foram permitidos pelos homens que era de: filha, esposa e mãe. Apregoavam, a diferenciação de pensamento, competência e força.

Estamos numa nova etapa, onde a mulher precisa desenvolver um olhar mais atento a sua saúde, existem estudos recentes, que iguala ou aponta a mulher com um dos mais altos índices de morte por doenças cardiovasculares e infartos por stress.

E o que fazer para conciliar a vida de mulher, estudante, mãe, esposa, amiga e profissional de carreira e ainda assim manter-se em bom estado de saúde? Lembrando sempre que saúde é o bem-estar físico, mental e social.

Sim, são muitas as atribuições, e às vezes torna-se difícil a conciliação! Mas para manter um equilíbrio entre corpo, mente, atividades laborais e sociais, é necessário que se tenha hábitos mais saudáveis.

Memorize algumas dicas:

  • Alimentação natural (frutas, legumes, verduras, carnes, tubérculos, hortaliças…);
  • Ingestão de água;
  • Manter-se fora da linha do sedentarismo;
  • Realizar atividade física no mínimo duas vezes por semana;
  • Abolir/reduzir o uso do tabaco;
  • Abolir/reduzir o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Manter um acompanhamento anual com o profissional de saúde, realizando os exames de prevenção.

Outros pilares também precisam de atenção e cuidado, como o social e o financeiro, o equilíbrio entre eles é fundamental, para que os momentos difíceis sejam melhor administrados.


08 de Março – dia Internacional da Mulher
“Viva de acordo com seus valores, sem se deixar-se pressionar pela sociedade! Mulher, faça escolhas conscientes! Ame-se!

 

Fonte: http://www.onumulheres.org.br/referencias/principios-de-empoderamento-das-mulheres/

Fonte: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/sas/saude-da-mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *